Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/12/19 às 16h59 - Atualizado em 11/12/19 às 16h59

Em seminário da União Europeia, FAPDF ajuda a premiar projeto inovador e destaca ações voltadas para CT&I

Nesta quarta-feira (10/12), aconteceu, na sede da Finatec, em Brasília/DF, o seminário EU-Brazil Cooperation in Research and Innovation. O presidente da FAPDF, Alessandro Dantas,  articipou da programação como jurado da final do EUBRazil Innovation Pitch, onde cinco pesquisadoras brasileiras apesentaram projetos inovadores de impacto social e base tecnológica para resolução de problemas comuns nas sociedades brasileira e europeia.

 

Os projetos finalistas versavam sobre diferentes áreas de conhecimento, apresentando soluções para questões como violência contra a mulher (@wecanhearyou), produção de água de qualidade para todos, tratamento inovador da dor crônica na artrite baseado em nanotecnologia, transição de matriz energética com descarbonização e redução de plástico, uso de combustíveis fósseis e produção de embalagens inteligentes.

 

A vencedora foi a pesquisadora Beatriz Gasparini Reis, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que apresentou o projeto “Inovando para garantir água de qualidade para todos”. O EU–Brazil Innovation Pitch Competition é voltado para a descoberta de projetos e ideias para resolver desafios enfrentados pelo mundo globalizado. Nesta edição, o concurso foi aberto a participantes de todas as nacionalidades e com pesquisas em qualquer área do conhecimento. 

 

A primeira colocada recebeu como premiação uma viagem, em 2020, à Europa e a participação em uma semana de reuniões com pesquisadores e redes científicas, tecnológicas e de inovação europeias, além de participação em eventos europeus relacionados a inovação. O objetivo principal da premiação é reforçar a colaboração entre Brasil e União Europeia em ciência e inovação.

 

Inovação no DF – A programação do seminário também contou com uma atividade voltada para a apresentação das principais ações de inovação realizadas no Brasil e na União Europeia. O painel “Vitrines de inovação dos Estados Membros da UE e dos Estados Brasileiros” contou com a participação da vice-presidente da FAPDF, Elisabete Lopes, apresentou um balanço das ações realizadas pela FAPDF em 2019 e o novo Planejamento Estratégico da Fundação, que tem como prioridades a busca de soluções GovTech, a implantação da Universidade 4.0 do DF e o desenvolvimento de soluções para o enfrentamento dos principais problemas do Distrito Federal.

 

A dirigente também apresentou um panorama das ações, chamadas e editais em que a FAPDF atua com foco em parcerias e cooperações internacionais. Na oportunidade, ela anunciou a previsão de um investimento de R$ 3 milhões para o ano de 2020 para ações de cooperação internacional em CT&I.

 

“Estamos trabalhando alinhados ao objetivo de mudar a matriz econômica do DF para atrair empresas, gerar emprego e renda. Acredito que temos condições de transformar Brasília em um polo de inovação e, para isso, acredito que precisamos começar pela capacitação de profissionais, como estamos fazendo em parceria com Senai-DF no lançamento dos Editais Inova Tech, lançados na última segunda-feira”, destacou Elisabete Lopes.

 

Realizado por Confap, Euraxess Brazil, Delegação Europeia no Brasil e European Network of Research and Innovation Centres and Hubs (Enrich Brazil), o evento buscou encorajar e facilitar a cooperação em ciência, tecnologia e empreendedorismo entre o Brasil e a União Europeia, por meio do suporte e empoderamento dos diversos atores do ambiente acadêmico e de pesquisa.

 

Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

FAPDF

Granja do Torto Lote 04, Parque Tecnológico Biotic Cep: 70.636-000